Sete novas montadoras no Brasil

Fiat
A nova fábrica da montadora italiana está sendo construída em Pernambuco, nas proximidades do Porto de Suape, onde está sendo erguido também um dos maiores complexos industriais do país. A Fiat também terá no local um centro de pesquisa e desenvolvimento.

A planta, que tem previsão de término para 2014, custará 3 bilhões de reais e terá capacidade para produzir cerca de 200.000 veículos anualmente para o mercado interno e para outros países da América Latina. Os recursos já estão incluídos no orçamento de 10 bilhões de reais da montadora italiana para o Brasil para o período de 2011 a 2014.
Essa é a segunda fábrica da Fiat no país. A unidade de Betim (MG) conta com capacidade de 950.000 unidades por ano. A montadora chegou ao Brasil em 1976 e foi a primeira grande empresa do setor a não se instalar no ABC Paulista, na época, a capital da indústria automobilística brasileira.

Hyundai
No final de fevereiro, a Hyundai anunciou o início da construção de sua fábrica na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo. A empresa pretende investir 600 milhões de dólares nas obras para a fabricação de um único veículo: o compacto HB. A montadora japonesa tem também outra fábrica localizada em Anápolis (GO), onde é produzido o Tucson.

Toyota
A montadora japonesa está erguendo sua terceira fábrica no Brasil. A nova unidade localizada em Sorocaba, no interior paulista, produzirá cerca de 70.000 carros por ano. Com investimento de 600 milhões de dólares, a fábrica tem início de operação previsto para o segundo semestre de 2012. Sobre o modelo que sairá da nova unidade, a Toyota divulgou apenas que será um compacto flex e que pretende exportá-lo.

A Toyota chegou ao Brasil em janeiro de 1958 com um escritório no centro de São Paulo e, onze meses depois, instalou sua primeira fábrica no bairro do Ipiranga. A unidade foi transferida em 1962 para São Bernardo do Campo. Em setembro de 1998, a Toyota inaugurou a segunda fábrica no Brasil, em Indaiatuba, interior de São Paulo, onde começou a fabricar o Corolla, seu modelo mais vendido em todo o mundo, com mais de 30 milhões de unidades comercializadas desde 1966.

Chery
A montadora chinesa iniciou a construção de sua fábrica no final de janeiro. A unidade, que ficará em Jacareí — a 70 quilômetros da capital paulista –, é avaliada em 400 milhões de dólares. Lá serão produzidos dois modelos: os utilitários S18 e o A13, a partir de 2013, quando as obras devem ser concluídas. Serão 170.000 unidades por ano. Os outros quatro modelos que compõem o portfólio brasileiro da empresa continuarão sendo importados.

Suzuki
A primeira fábrica da montadora fora do Japão ficará no Brasil. Segundo a Suzuki, nem o local, nem detalhes do projeto estão definidos. Mais avançada, está a negociação com o governo de Itumbiara (GO) para receber a planta que produzirá 3.000 unidades anuais do utilitário esportivo Jimny. O modelo, importado do Japão e vendido por cerca de 55.000 reais, não tem concorrentes no Brasil.

TAC Motors
No próximo dia 28 de abril, a montadora catarinense TAC Motors definirá os novos investimentos para sua planta em Joinville e decidirá onde será erguida a nova fábrica. Entre as possíveis localizações, há Manaus (AM), a região da Grande Fortaleza (CE) e da Grande Salvador (BA). No entanto, as obras devem começar só depois de 2013, data limite do contrato de exclusividade que a montadora tem com o governo de Joinville, onde está sediada.

A TAC fabrica o jipe militar Stark 4WD desde 2009 e já vendeu 130 unidades. O veículo especial foi desenvolvido em parceria com a empresa israelense IAI Elta, líder mundial no desenvolvimento e produção de sistemas de defesa e segurança interna. Os motores são da Fiat.

Paccar

Representantes da fábrica americana de caminhões Paccar, que pretende investir 300 milhões de dólares em uma unidade no Brasil, visitaram uma área no Distrito Industrial de Montenegro, na região metropolitana de Porto Alegre. Há também outros municípios interessados como Charqueadas, que também já foi visitado, e cidades em Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais. A Paccar fabrica caminhões das gamas ligeira, média e pesados, dona das marcas DAF, Peterbilt e Kenworth.